Após estudar o modelo neurofasciogênico no contexto da complexidade e o método de avaliação desenvolvida pela ABFascias, o foco desse currículo é a fáscia de movimento.

Estudamos com profundiade:
  • Biotensegridade;
  • Sistema nervoso autonômo simpático (responsável pela inversão das dáscias de movimento).
  • Campos de interferência (como cicatriz e retináculos);
  • Compartimentos de fáscia profunda (que formam as interfaces mecânicas para os nervos);
  • Anatomia das fáscias de cabeça, pescoço, tronco, pelve, membros superiores e inferiores;
  • Avaliação e tratamento dessas fáscias.